quinta-feira, 12 de junho de 2014

Análise da ordem e dia dos desfiles 2015

Ordem dos desfiles
Gente sorrindo e gente chorando, é sempre assim depois que as bolinhas marcam a ordem dos desfiles. Na verdade o sorteio da ordem dos desfiles, é o primeiro quesito dentro de um carnaval, é o "quesito sorte", ali nada mais é do que lançada a sorte de cada agremiação.

Confesso que gosto muito de observar os dados, eles marcam uma análise que deve ser sempre respeitada, então vejamos:

Desde  1984 no desfile inaugural no Sambódromo do Rio de Janeiro, é bom destacar:

  • 25 escolas sagraram-se campeãs desfilando na segunda de carnaval;
  • 07 escolas sagraram-se campeãs desfilando no domingo de carnaval, sendo elas: Portela em 84 ( vale ressaltar que este ano houve uma campeã de domingo e outra de segunda, no Supercampeonato que se deu no sábado a campeã foi a escola de segunda-feira, Mangueira), Mocidade em 85, Mangueira em 87, Imperatriz em 94, Mocidade em 96, Vila Isabel em 2006 e Tijuca em 2010.
É claro que todos querem defender o seu desfile acima do dia em que pisarão na Sapucaí, mas é complicado demais, os números dizem isto, o desfile no domingo, a diferença entre os dias que saíram as campeãs é enorme, e cá entre nós, ninguém quer desfilar no primeiro dia.

Posições que mais deram título às escolas:

  • Última de segunda-feira, oito vezes campeã: Mangueira  84, Imperatriz 99, Beija-Flor 2005, 2007, 2008 e 2011, Vila Isabel 2013 e Tijuca 2014;
  • Segunda de segunda-feira, cinco vezes campeã: Imperatriz  89, Viradouro 97, Mangueira 98 e 2002 e Salgueiro 2009;
  • Quinta de segunda-feira, cinco vezes campeã: Mangueira 86, Mocidade 91, Beija-Flor 2004, Vila Isabel 2006 e Tijuca 2012;
  • Terceira de segunda-feira, três vezes campeã: Estácio de Sá 92, Salgueiro 93 e Beija-Flor 2003;
  • Quarta de segunda-feira, três vezes campeã: Mocidade 90, Imperatriz 2000 e 2001;
  • No domingo a posição que mais rendeu títulos foi a última, sendo três vezes campeã: Mocidade 85, Mangueira 87 e Imperatriz 94.

Analisando o "critério" sorte,  e considerando a ordem dos desfiles:

DOMINGO:
VIRADOURO
MANGUEIRA
MOCIDADE
VILA ISABEL
SALGUEIRO
GRANDE RIO

SEGUNDA-FEIRA:
SÃO CLEMENTE
PORTELA
BEIJA-FLOR
UNIÃO DA ILHA
IMPERATRIZ
UNIDOS DA TIJUCA


  • Nunca uma escola que abriu, tanto o domingo como a segunda-feira, foram campeãs!
  • Nunca uma escola que desfilou nas posições segunda e quarta de domingo ganhou carnaval!
Viradouro: numa posição muito complicada, mas que se dá pelo regulamento, vai encontrar a Sapucaí ainda um tanto vazia, fria, e com pouca receptividade do público, vai ter de suar a camisa, e levar um ótimo samba, que levante o público, e não pode errar, em momento algum. Tem de encantar e emocionar, de outra forma, já será um prenúncio de péssimo resultado.

Mangueira: numa maré terrível, desfilar no domingo de carnaval e ainda ser a segunda escola, não é uma tarefa fácil, mas a Velha Manga vai concentrar no lado do Prédio do Balança, isso é bom pra Mangueira, vai ter componentes bem dispostos, e facilidade para armar a escola; mesmo com tudo isto, é uma missão complicadíssima para a Verde e Rosa. É bom que se diga, a escola já reagiu a esta péssima posição, vem com um enredo extremamente popular, em exaltação às mulheres mangueirenses, o que vai proporcionar uma safra de sambas muito à altura do que se espera da Estação Primeira, precisa emocionar, levantar todo o público presente, e fazer com que já neste horário, ainda cedo, a Passarela do Samba esteja lotada, para ver uma das mais importantes escolas de samba do Brasil, e sinceramente não acredito que seja diferente, o público vai chegar cedo, o que de certa forma acaba beneficiando a Viradouro por tabela.

Mocidade: se desfilar nesta posição nunca trouxe vitória à escola de Padre Miguel, já o atual carnavalesco foi campeão pela primeira vez na Unidos da Tijuca, desfilando exatamente nesta posição. A Mocidade vai pegar uma Sapucaí quente, com a passagem da Mangueira, vai ter de encontrar um samba  de qualidade para manter o ritmo (o que não é difícil para escola, que já mostrou grandes sambas), porque certamente será o duelo entre tradição x vanguarda. Vale registrar ainda, quem em 1996 a Mocidade foi campeã desfilando no domingo de carnaval.

Vila Isabel: a Vila que tenta se reestruturar vai vir depois de Mangueira, Mocidade e antecedendo o Salgueiro, nada fácil, vai ter de manter o nível das duas anteriores e ainda surpreender para não ser lavada pela força do Salgueiro, samba, inovação e luxo, vão ter de andar de mãos dadas neste desfile.

Salgueiro: por infelicidade do destino, mais um ano no domingo, e repetindo a mesma posição de 2014, o Salgueiro está numa posição, de certa forma confortável, alegorias gigantescas podem ser exploradas já que concentrará no lado do Prédio dos Correios. Nesta posição, a Vila Isabel de Alexandre Louzada, em 2006 foi campeã, contrariando às expectativas da época.

Grande Rio: em 1984 a Portela foi campeã desfilando nesta posição, mas vale lembrar que não estava encerrando o domingo, e com um enredo de gosto duvidoso, vamos ter de esperar o samba ser escolhido, caso samba não saia bem, vai ser um desastre ver a Grande Rio fechando a primeira noite dos desfiles, ainda mais se as demais de domingo cumprirem bem sua missão, batata quente nas mãos para escola de Caxias. Com este enredo, sobre a moda brasileira, fechar o desfile é tarefa para mágico!

São Clemente: de Rosa Magalhães, é bom que se diga, a carnavalesca já declarou que deseja um samba com a marca de Fernando Pamplona, o homenageado da escola, mesmo com isto, será uma tarefa complicada, abrir este desfile de titãs, muito pelas escolas que virão em sequencia, mas tem uma vantagem, desfilará, teoricamente, depois da passagem da Grande Rio e sua "tal" moda.

Portela: não é uma posição que a escola gosta de desfilar, vai concentrar de um lado que não é o seu favorito, mas vejam que cinco vezes esta posição já rendeu títulos, não é pouca coisa. Receberá componentes animados, descansados, e vai desfilar na segunda posição que mais rendeu títulos às escolas de samba, então tudo indica que está com sorte escola de Oswaldo Cruz e Madureira.

Beija-Flor: é claro que a Beija gostaria de fechar os desfiles de 2015, ou estar na quinta posição, mas entre tudo que está por vir, desfilar depois de Portela é algo desafiador, matéria que a escola de Nilópolis sabe exercer muito bem, e teremos a oportunidade de ver coladinhas, a maior campeã de todos os tempos e a maior campeã da Sapucaí. Ótima posição para a Beija mostrar ao povo todo seu carnaval, e diga-se, vai concentrar do lado que prefere. É bom que se recorde, aquele 2003, veio conquistado exatamente nesta posição.

União da Ilha: desfilar na segunda-feira foi o melhor que poderia acontecer para a escola, embalada com o excelente desfile de 2014, a agremiação está numa maré de sorte sensacional, e vai poder fazer seu desfile leve e carismático, como lhe é peculiar, após a passagem das gigantes Portela e Beija-Flor, e da maior campeã da era Sambódromo Rosa Magalhães e sua São Clemente, vai ser o "dia da alegria" para a Ilha, e vale lembrar que nesta posição, já quatro campeonatos foram conquistados.

Imperatriz: segunda-feira, e isto basta para a leopoldinense, mas para uma escola que não está entre as maiores torcidas, e ainda não é uma das "queridinhas" é de certa forma complicado desfilar neste bolo de campeãs e sensações, mas o carnavalesco Cahê Rodrigues têm dado uma nova cara a escola, e há quem diga que é outra Imperatriz, mesmo mantendo a tradição da primeira tricampeã do Sambódromo. Agora é evidente que vai desfilar numa ótima posição, cinco vezes o título saiu para quem desfilou neste lugar, sem contar que concentra do lado do Prédio dos Correios, o que possibilita um certo "gigantismo" em seu conjunto alegórico.

Unidos da Tijuca: há quem diga que a escola não deveria fechar os desfiles de 2015, pelo contrário, esta era exatamente a minha expectativa, muito se fala sobre a força e o tamanho da Tijuca, agora sem Paulo Barros (diga-se, mais uma vez), é hora da escola do Borel mostrar que é grande, e tem todas as condições para fechar os desfiles, provar que não é simplesmente uma escola hollywoodiana, ou tão somente de comissão de frente, vai vir aí uma nova Tijuca, mais do mesmo talvez, mas com uma ótica completamente diferente, e nada mais justo do que ela estar na mesma posição em que conquistou o carnaval de 2014, sem contar que a escola gosta tanto de encerrar desfiles, como de concentrar no lado do Prédio do Balança Mais Não Cai. Deixo meu registro: que noite de sorte estava o presidente Fernando Horta neste sorteio!

Dias e posições em que as escolas foram campeãs na era Sambódromo:

1984 - sexta de domingo, Portela e última de segunda, Mangueira
1985 - última de domingo, Mocidade
1986 - quinta de segunda, Mangueira
1987 - última de domingo, Mangueira
1988 - sexta de segunda, Vila Isabel
1989 - segunda de segunda, Imperatriz
1990 - quarta de segunda, Mocidade
1991 - quinta de segunda, Mocidade
1992 - terceira de segunda, Estácio de Sá
1993 - terceira de segunda, Salgueiro
1994 - última de domingo, Imperatriz
1995 - sexta de segunda, Imperatriz
1996 - oitava de domingo, Mocidade
1997 - segunda de segunda, Viradouro
1998 - segunda de segunda, Mangueira e quinta de segunda, Beija-Flor
1999 - última de segunda, Imperatriz
2000 - quarta de segunda, Imperatriz
2001 - quarta de segunda, Imperatriz
2002 - segunda de segunda, Mangueira
2003 - terceira de segunda, Beija-Flor
2004 - quinta de segunda, Beija-Flor
2005 - última de segunda, Beija-Flor
2006 - quinta de domingo, Vila Isabel
2007 - última de segunda, Beija-Flor
2008 - última de segunda, Beija-Flor
2009 - segunda de segunda, Salgueiro
2010 - terceira de domingo, Tijuca
2011 - última de segunda, Beija-Flor
2012 - quinta de segunda, Tijuca
2013 - última de segunda, Vila Isabel
2014 - última de segunda, Tijuca

2015 -  domingo ou segunda ? ? ?

Este texto, é baseado na reflexão dos números e estatísticas da era Sambódromo, é claro que muita coisa já acontecia antes desta era, e merece respeito da parte deste blogueiro, sempre, mas se vamos avaliar, os desfiles no Sambódromo, com a marcação de dois dias de apresentações para as agremiações do grupo especial, foi preciso, para se obter uma análise fidedigna, considerar apenas os carnais de  1984 até os dias de hoje.

E no mais, toda sorte do mundo para quem abre, fecha, desfila no domingo, na segunda-feira, até porque os tabus estão aí para serem confirmados ou derrubados, e a história de nosso carnaval se escreve a cada dia, a cada desfile, a cada ano que passa, estas valentes 12 agremiações, que hoje se encontram no grupo especial, estão aqui simplesmente porque gravaram seu nome na história.

Boa sorte! 





3 comentários:

  1. Raymondh, independente de COLOCAÇÃO, a mangueira domingo é outra escola, grafada assim mesmo, com m minúsculo. Geralmente a MANGUEIRA só desfile segunda-feira . Na era sambódromo, por ex:

    Domingo

    Ultra Péssimos 89 e 91
    Péssimos 08 e 94
    Ruim 85
    Mediano para ruim 05
    Mediano 14
    Mediano para bom 97
    Bom 04 07 11
    Muito bom 87

    Segunda

    Mediano 95 12
    mediano para bom 90 92 93 99 00 0 10 13
    bom 01 06
    muito bom 86 88 96 98 02 03
    Mágico 84

    uma ou outra pessoa pode avaliar esses desfiles diferentes de mim, e melhorar piorar um pouco algum deles, mas acho que nada que mude a superioridade do desempenho da escola quando desfila segunda, independente de colocação...

    ResponderExcluir
  2. Acho que tudo isso acontece devido a uma certa expectativa que os jurados criam perante às agremiações. Muitos seguram o 10 para quem merece, na esperança de uma outra escola vir e superar (afinal, não é possível dar mais que 10).

    Acho que deveria haver rodízio de posições ao longo dos anos ou então fazer ordem inversa no ano seguinte.

    ResponderExcluir
  3. Muito legal sua análise, Raymondh!

    ResponderExcluir